quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Os Concorrentes e seus Princípios...


Os mercados atualmente estão repletos de concorrências, seja direta ou indiretamente, elas ameaçam o sucesso de sua empresa. O crescimento lento do setor ou mesmo as disputas na participação do mercado fazem as empresas buscarem criatividade para manter ou mesmo aumentar sua fatia de participação.
Neste contexto a guerra de preços e a competitividade se tornam acirrados. Os obstáculos muitas vezes não são basicamente os preços; mas é um item que a maioria entra na briga.
Trabalhar diferenciais e novas formas de aplicação do mesmo produto e/ou serviço é mais rentável, mas muitas empresas desconhecem como colocar para o mercado esses itens e acabam brigando exclusivamente por preço.
Pensar na concorrência abrange também estar atentos a sua própria produção ou serviços oferecidos, pois a empresa pode transformar-se no seu principal concorrente, por não controlar seus custos, ter enormes retrabalhos em diversos setores e mesmo a falta de gerenciar os processos da empresa com eficácia.
A importância de dedicar-se à rentabilidade faz amenizar os possíveis concorrentes, pois ter controle dos processos internos em todos os setores, conhecendo as dificuldades e criando sistemas contínuos preventivos, ajudam muito a estabilidade e vida saudável da empresa perante o concorrente.
Se uma empresa consegue ter esse controle, ela passa a ter uma analise constante de seus concorrentes, conhecer melhor seu mercado e os concorrentes diretos não são mais tão preocupantes para seu negócio.

Gerenciar o marketing não é um custo e sim um investimento necessário para seu crescimento, que pode lhe ajudar a nortear sua empresa tanto na concorrência quanto nos processos que estão fora do controle. Com o foco num trabalho estratégico e viável a empresa almejar com maior rapidez o seu reconhecimento no mercado.