sexta-feira, 20 de julho de 2012

O mercado está fechado?

Quando enfrentamos mercados fechados nada melhor que colocar ainda mais criatividade e troca de informação no âmbito da empresa. Somente assim podemos agregar constante valor ao produto e nos mantermos competitivos. Na época em que o mercado não está fluindo como esperávamos, temos que nos superar e continuar a surpreender nossos clientes.
As dificuldades sempre trazem de uma forma ou de outra um crescimento, isso se aplica em nossa vida pessoal e logicamente na organização, onde temos que rever nossos processos, equipes e até os produtos/serviços que oferecemos.
Aprendemos a olhar o mercado de outra forma e isso faz com que possamos evoluir.  Esses momentos servem para nos mostrar novos desafios, sejam para enfrentar concorrentes, novos lançamentos de produtos e até mesmo a oscilação financeira.
E como criarmos oportunidades de mercado? Na estruturação empresarial podemos pensar em surpreender o mercado com o fornecimento de algo escasso, oferecer algo existente que seja aprimorada  e/ou criarmos um novo produto, serviço ou necessidade.
Uma grande parte das empresas opta em oferecer produtos aprimorados, mas isso não quer dizer que seja fácil. Nestas horas a criatividade e os diferenciais propostos são o foco da atenção para que a experiência do cliente seja encantador.
As empresas deveriam se acostumar a trocar informações, fazer reuniões internas entre setores para a troca de ideias, ao qual possibilite sempre gerar novas propostas de soluções criativas. A importância de ter na organização uma pessoa responsável por acolher essas ideias, se torna fundamental para a empresa se manter no mercado, e/ou ainda se tornar uma empresa inovadora.
“As inovações tecnológicas não são a única chave para o sucesso na criação de produtos competitivos. O que é realmente necessário é a criatividade nos produtos e no mercado.” Kotler 1986.
Outro item fundamental é focar no atendimento dos colaboradores, pois uma empresa não pode se dar ao luxo de perder um cliente por ter o atendimento mal feito. Lembre-se que não é um cliente perdido e sim, vários.
Pense nisto e nestes momentos de oscilação no mercado, nada melhor que investir em um marketing mais criativo, que saiba reconhecer as oportunidades para sua empresa continuar crescendo.
Por Silvia Regina | SR Comunicação & Marketing

Dia 20 de Julho | Dia do Amigo


Esse dia é ideial para que possamos dizer a todos nossos amigos o quanto eles deixam nossa vida mais leve. Comemore, curta e abrace seus amigos!

quarta-feira, 4 de julho de 2012

SR Comunica: Que valor você dá para seus produtos / serviços?

SR Comunica: Que valor você dá para seus produtos / serviços?: Estava revendo algumas literaturas importantes que utilizei em meu tempo de graduação e me deparei com um livro muito usado “Marketing pa...

Que valor você dá para seus produtos / serviços?


Estava revendo algumas literaturas importantes que utilizei em meu tempo de graduação e me deparei com um livro muito usado “Marketing para o Século XX do autor Kotler”. Apesar de ter sido publicado no Brasil em 1999, tem ainda um contexto muito atual.

Neste livro é abordado um novo pensamento para a época, a importância de oferecer valor ao produto e com isso, obter melhores conhecimentos de seus clientes. Passado mais de 13 anos o conceito ainda é muito inovador. Muitas empresas ainda galgam o caminho de oferecer o valor agregado aos seus produtos.

Ao desenvolver um novo trabalho de consultoria, sempre enfatizo nas equipes da organização a importância de conhecer seus clientes e estar abertos a obter constante informação. Esse trabalho muitas vezes direciona os negócios da empresa.

“As empresas precisam crescer se quiserem atrair talentos, criar oportunidades de carreira para os funcionários, satisfazer todos os interessados e competir com maior eficácia”. Kotler, 1999.

Por incrível que pareça ainda encontramos diretores e gerentes que confundem o marketing com vendas. Esse pensamento se esbarra diretamente na questão de oferecer valor ao produto e/ou serviço.  O marketing começa muito antes de se concretizar uma venda e continua seu trabalho após a efetivação da venda.

Entre muitas responsabilidades do setor de marketing está presente a estratégia de como oferecer valor ao cliente, encontrar novos mercados e novos clientes, melhorar o poder de atração e desempenho do produto/serviço e buscar informações constantes para aperfeiçoar ou inovar o segmento. Esse trabalho resulta no valor reconhecido da marca no mercado.

“Monitore o nível de satisfação de seus clientes atuais com relação a seus produtos e serviços; não presuma que seus clientes atuais estão garantidos; de vez em quando, faça algo de especial para eles, encoraje seu feedback”. Kotler, 1999.

Quando falamos em oferecer valor para o cliente à estruturação de conhecer os públicos de interesse e treinar as equipes da empresa já foram implantadas. A troca da informação já esta incorporada por todos os setores.

Somente se consegue introduzir valor ao produto/serviço quando a organização domina os processos interno e a visão de todos é a plena satisfação de seus clientes. Um trabalho constante de relacionamento e não apenas no fechamento da venda imediata.

Sua equipe esta preparada para isso?

Se tiver alguma dúvida ou necessita de informações, fale conosco.